As ferramentas ficam obsoletas, a câmara de 2MP não é mais rentável. E foi produzida muita sucata, desde as câmaras de Niépce. Mas não são os equipamentos que são perdidos, o conhecimento necessário para operá-los também vai embora. O fotógrafo que fazia retratos em estúdio, usando filme em chapa 13x18cm, luz contínua, retocava o negativo com lápis, entregava a cópia de contato, com sua logomarca gravada em relevo na parte inferior da imagem, dele só restam algumas imagens perdidas em caixas de papelão pelas feiras de antiguidades. E infelizmente essas imagens não são capazes de contar em detalhes o que foi feito para elas existam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s