Química e oficinas de fotografia

Pensando sobre a oficina lá no SESC e em tantas outras. Às vezes fica a impressão de que os participantes estão à espera de uma apostila, contendo todos os segredos e fórmulas para revelar e modificar o papel fotográfico.
Dai eu invento ali uma fórmula mirabolante de rebaixador, meia colher de chá de ferricianeto, meia colher de sopa de tiossulfato. Não tenho bacharel em química, não! Tanto é que esqueci o brometo, mas tenho a certeza de que ferricianeto e tissulfato juntos vão rebaixar a cópia, de um jeito ou de outro.
O rebaixador funciona. Também funcionaria caso eu colocasse uma colher de sopa de ferricianeto e uma de chá de tiossulfato, faz diferença, mas não deixa de cumprir o propósito.
Antes eu ficasse apenas com a fotografia, mas quero transmitir fotografia, química e uma atitude experimentalista para os participantes, dai não dá, sem apostila não dá!!!

Anúncios

Uma ideia sobre “Química e oficinas de fotografia

  1. lulu

    e eu começo a ver o mundo (pelo menos pela minha ótica) se transformar pouco a pouco no que eu tenho sonhado. viva as oficinas! elas são mto melhores do que as aulas acadêmicas, MTO melhores!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s