Processos históricos do século XX

Difícil por comparação. Essa é a conclusão a que eu cheguei sobre ensinar laboratório p&b nos dias de hoje. Veja bem, não falta entusiasmo da minha parte, mas ensinar a alguém que está acostumado a usar uma câmara digital que até misturar bem o químico é essencial para uma boa revelação é difícil. O lab p&b nunca foi difícil, difícil era o Cor. A gente aprendia como colocar o filme no espiral, isso levava tempo, misturava pacotes de pós em água, cronometrava tudo, de olho na temperatura, tava pronto. Depois tinha que ampliar (ou seja, tudo de novo). Hoje você baixa o cartão pro computador, processa aqui tudo em algumas horinhas, já monta o site ou flickr e manda o endereço pros amigos enquanto toma suco de maracujá, isso é o máximo! O romantismo do quartinho fedido a ácido acético perdeu espaço para o glamour do Apple Cinema Display. E os malucos que aparecem para ter aula desistem quando o filme embola no espiral e sai todo colado (aquelas lindas manchas leitosas, só quem viu vai saber o que são e a dor que trazem).

Anúncios

Uma ideia sobre “Processos históricos do século XX

  1. wicca

    os empolgados que aparecem por lá não se assustam com filme “colado”, não… e aceitaram repor aula de revelação de filme no domingo de manhã, acredita?

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s