Busch Pressman e Scanner Câmera v4

Duas pequenas reformas estão em andamento. A primeira é da Busch Pressman, uma 4×5″. A traseira da câmara tinha um problema de plano focal, o foco estava fora por mais ou menos 0,5mm e isso estava causando alguns problemas sérios nas imagens.

A outra reforma é de uma Nikon N50 que o Hugo me deu. A câmara parece que foi ao mar e acabou indo parar nas mãos dele. As placas se perderam, ela nem ligava. Mas o espelho se movia normalmente com a ajuda do dedo. O anel frontal ainda aceitava as lentes da Nikon, surgiu uma idéia de usar o corpo para receber um implante de um CCD Linear removido de um HP2200c sucateado. A idéia é colocar o CCD no exato plano focal, coincidindo com o despolido da câmara, assim será possível fazer foco o compor as imagens com a ajuda do sistema reflex.

DSC_0990

Nessa altura já abri espaço para o novo CCD retirando tudo que não seria necessário na câmara, com a ajuda de um alicate e de um serrote. Instalei esses dois parafusos que vão servir para posicionar o CCD, as porcas, em par, serão capazes de oferecer os ajustes necessários para que depois o foco seja feito pelo visor.

Na parte superior da câmara, abri um enorme buraco por onde passa um dedo, foi a maneira que encontrei de acionar a abertura do espelho, que se fecha com a ajuda de uma mola.

Uma idéia antiga era escanear a Lua com o movimento de rotação da Terra, agora podendo utilizar uma teleobjetiva, focar e apontar corretamente o CCD Linear, isso talvez seja possível.

Anúncios

3 ideias sobre “Busch Pressman e Scanner Câmera v4

  1. =) Pri!!!

    Opa a LUA!
    ai a brincadeira começou a ficar interesante, mas vem cá porque mesmo com as maquinas convencionais não seria possivel o mesmo processo?

    Explica melhor como é esse scanear a lua???

    Resposta
    1. Guilherme Maranhão Autor do post

      É possível fazer uma imagem instantânea com uma câmara comum. O scanner usa uma composição de linhas para formar uma imagem retangular, assim ele capta diversos instantes diferentes da mesma área do espaço, do campo de visão. No scanner de mesa o motorzinho que move o carro se encarrega de mudar o espaço para o scanner não ficar sempre olhando a mesma coisa e assim poder, por exemplo, escanear toda uma folha de papel com um sensor que é apenas uma linha. Quando separo o sensor do resto do scanner, também o separo do motor, assim dependo do movimento dos objetos para criar imagens interessantes. A diferença está ai.

      Resposta
  2. =) Pri!!!

    Mas então a imagem que você vai formar é totalmente imprevisivel?
    Ou tem um limite onde ele é obrigado a scanear tudo… não sei se estou sendo clara… pelo que eu entendi ele scaneia a folha inteira com um raio de luz, mas não necessariamente vai fazer com que aparece essa folha toda, porque o raio vai pegar pedaços só, então a imagem é incompleta?
    ai vou procurar scaner pera ai, rs

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s