Anotações de um fotógrafo experimental • versão impressa

Sim, agora temos uma versão impressa disponível! É verdade!

Um pouco de história: já falei aqui do livro “Anotações de um fotógrafo experimental”. Esse livro é uma coleção das minhas anotações e reflexões sobre diversos processos fotográficos experimentais. Falo bastante de fotografia analógica, mas também discuto processos experimentais na fotografia digital. Não discuto fórmulas de químicos ou faço tutoriais de processos. Conto desde as histórias de trabalhos mais conhecidos como Travessia ou Pluracidades, e falo também de pequenas reformas que fiz aparelhos diversos. 

Desde a virada de 2021 para 2022 que o livro já estava disponível na plataforma Google Books, mas a intenção era fazer uma versão impressa. Trabalhei no arquivo para isso entre Março e Maio de 2022 e fiz algumas impressões de teste através da Blurb e da 360imprimir.

A Blurb acaba ficando mais cara e não havia nenhum ganho de qualidade que justificasse. Fiquei bem satisfeito com os primeiros testes com a 360imprimir, trabalhei na revisão do volume melhor e inclui uma folha de resto e outros detalhes. Decidi fazer uma tiragem em Setembro de 2022 já para levar ao festival Analógica em Chamusca.

A gráfica falhou em cumprir o prazo que eles mesmo estabeleceram e os exemplares não chegaram à tempo (mero dissabor da vida cotidiana). Além disso, os exemplares tinham sido impressos em outro tipo de papel, com gramatura muito menor. A lombada ficou com quase metade da espessura, muito estranho. O papel era de qualidade inferior, tinha bastante transparência que matava o contraste das imagens. O texto, por sua vez, estava fraco e isso afetava a legibilidade. Pensei em várias piadas sobre as questões de legibilidade dos meus textos, mas não as verbalizei. A impressão era um desserviço para com a minha fotografia.

Então durante 20 dias eu fui muito paciente com o sistema de suporte inexplicavelmente lento da 360imprimir. Não havia mais o papel que escolhi da primeira vez (apesar da opção continuar disponível no site…) mas depois desses 20 dias de emails indo e vindo me foi oferecida uma devolução dos valores pagos.

Perguntei para alguns conhecidos e me foi recomendada a Pixel Art Printing.

Fiz uma encomenda com a Pixel Art Printing no dia 22 de outubro e uns dias mais tarde recebi os exemplares como o descrito no site, mas sem a última página. Mantive a calma, me culpei por não estar a perceber como esses sistemas funcionam, etc. Mas então falei com o suporte dessa gráfica e descobri que o sistema havia detectado uma discrepância no meu arquivo e simplesmente removeu as duas páginas como forma de corrigir o problema. Ninguém percebeu já que ninguém tinha como ver o arquivo original.

Entrei no chat da Pixel Art Printing e um dia depois eles criaram um novo pedido de impressão com o arquivo original. Tudo chegou corretamente dessa vez. Foi o esperado!

Nenhuma das gráficas pediu os exemplares de volta. Refugo. Passei outubro pensando no que fazer com os exemplares esmaecidos, não cheguei a nenhuma conclusão. O Ricardo acha que devo guardar estes até o dia que uma intervenção qualquer ficar clara na minha mente. Pode demorar…

Os exemplares sem uma página tinham um reaproveitamento bem fácil: fiz a página que faltava na inkjet com papel comum. Inclui uma explicação em vermelho a dizer que aquilo era mesmo um remendo. Adicionei também um fragmento de imagem feita com CCD linear impresso com carbono em papel milimetrado no início do livro. Ainda pretendo numerar e assinar esses exemplares para criar uma edição dentro da edição.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s