Arquivo da tag: filme vencido

Testes com uma Nikkor 28-70mm AFS f/2.8

Essa objetiva tem o famoso (pelas razões erradas) motor de foco SWM, silent wave motor, que os norte-americanos chamam carinhosamente de squealing wave motor em função do apito que motor emite quando começa a oxidar, às vezes antes de mesmo da objetiva sair da caixa.

Existem inúmeros relatos na internet sobre os problemas que esse motor causou tanto na 28-70mm quanto na 17-35mm. Eu segui os ensinamentos de um mecânico dinamarquês para sanar os problemas dessa objetiva, mas ainda assim o problema volta em menos de 24 horas.

De qualquer maneira, eu fiz alguns filmes em um sábado com uma lente dessa, na esperança de que o exercício tornasse mais longo o tempo de funcionamento da lente antes do motor voltar a falhar.

Anúncios

Mais um rolo de Fomapan, talvez o último

Outro dia o Clemente me presenteou com um achado maravilhoso, um Fomapan 120 vencido daqueles que vendiam na Cinótica em 1992. Naquela época o filme já estava esquisito e a tinta dos números no backing paper já marcava a emulsão, um desastre adorável.

E das sucatas do Celso Eberhardt que eu tenho ressucitado para colocar à venda veio uma Rolleiflex com uma Planar f/2.8 muito interessante. A câmera parece ter uma história bem animada e ainda vai longe.

Me pareceu uma combinação interessante testá-la com esse filme. Abrir o papel alumínio do Fomapan me levou de volta 25 anos, o cheiro peculiar desse filme é inesquecível. Ainda não tive coragem de jogar fora a caixinha e a bula do filme…

Celso e eu saindo do almoço, eu ofereço a câmera: “Quer fazer uma foto?” Ele diz: Não, faz você, esses topos do prédios aqui.” e aponta. Pronto.

Saimos do Largo do Café, andando em direção à Sé e mais uma no caminho.

E de volta à oficina uma última imagem.

Filmes para o Reveillon

Esse ano eu comecei a editar muitas imagens dos anos 90. Coisas que eu fotografei, revelei e arquivei.

Comecei a encontrar várias séries feitas durante os reveillons. Comecei a perceber algumas coincidências e resolvi continuar a aproveitar essa época para continuar esses trabalhos. Em negativo colorido, o mais vencido melhor.

20121229-103851.jpg

De VPLs vencidos em 84 e 85 a NPLs vencidos em 2004.

20121229-104646.jpg

Cheirando a vinagre II

Fui adiante com a idéia de usar o filme esquisito.

Fotografei uma série de coisas com linhas retas, duplas exposições e tudo mais. Revelei tudo em DK-50 1:1, 8 minutos a 24C.

O filme já começa a secar e já está tentando se retorcer. O cheiro está ficando mais e mais forte depois que tudo saiu da geladeira.

Enrolei tudo, antes mesmo de olhar o resultado e coloquei num pote plástico para alimentos. Embrulhei isso em filme plástico, para segurar a tampa no lugar mesmo com a pressão interna crescendo. E vamos ficar de olho, ver quanto tempo leva para enrrugar tudo.

Cheirando a vinagre I

Recentemente o amigo Antonio me deu uma lata de filme que estava esquecida na gaveta de saladas da geladeira dele, sob um tantinho de água. Fortepan vencido em 1969.

Abri a lata no escuro e o filme estava seco dentro, mas o cheiro de vinagre invadiu o ambiente. A base de acetato desestabilizou e está se decompondo lentamente, como acontece com os filmes antigos. Será que vale a pena usar e correr para escanear depois?