Arquivo da tag: scanner

Oficina • Dominando seu Scanner

A fotografia analógica está tendo um renascimento, quem começou na era do digital está descobrindo o encanto de fotografar “às cegas” para saber o resultado depois e o charme de uma imagem feita em filme.
Mas como compartilhar isso com os amigos? Sim, é possível unir analógico e digital!

O que é essa oficina?

Para a fotografia analógica ser compartilhada no mundo digital ela precisa ser escaneada. Escaneamento é um processo delicado e quando o intuito é preservar as características que tornam a fotografia analógica tão linda, ele deve ser levado adiante com muito carinho e cuidado. Quero compartilhar com vocês algumas técnicas para obter bons arquivos digitais de suas imagens analógicas.dominando seu scanner guilherme maranhão

Aqui no ateliê vamos usar um scanner Epson V600 nas demonstrações, mas esses ensinamentos podem ser reproduzidos em outros aparelhos. Vamos escanear negativos e cópias também, dando ênfase na cor.

Para quem é essa oficina?

Para pessoas que já praticam a fotografia analógica e/ou que tem um acervo de imagens para ser digitalizado.

Mais infos pelo link:
http://www.cinese.me/encontros/dominando-seu-scanner-com-guilherme-maranhao
Ou me manda um e-mail se tiver uma dúvida.

Curitiba • escaneando negativos

Em 2013 me convidaram para o FIF em Curitiba em 2013 e lá fui eu passar uma semana por lá para série de atividades. Levei comigo a minha Fuji GW690III e os últimos 8 rolos de CHS100 que eu tinha. Optei por fazer os deslocamentos a pé, saindo mais cedo e tals, e consegui aproveitar bem o festival de fotografia para fotografar uma impressão sobre a cidade.

adox chs100 scanned on Cezanne ft-s5000
Deixei essas coisas na gaveta até recentemente (na verdade isso é uma estratégia com certos trabalhos, o repouso). Editei um pouco o material e comecei a escanear no Cezanne (escaneamento molhado).

screen-shot-2017-02-14-at-4-24-53-pm

O CHS100 é um filme clássico que a Adox voltou a fazer há uns anos atrás, o grão é quase o do Tri-X e eu adoro o jeito como o Cezanne resolve o grão e dá esse nível de profundidade na imagem. O filme em si tem uns problemas, que vão dos números impressos serem muito grandes e por vezes invadem a área da imagem e o fato do backing paper usado ser estreito e ficar folgado na bobina tornando tensa a hora de carregar o filme na câmera.

2013_55_11

Voltando ao assunto do escaneamento, acabei editando 61 imagens e escaneei tudo a 4000 dpi. O resultado são arquivos Tiff RGB com 16 bits e em média 750Mb de tamanho. Em 2017, ok, mas imagina isso em 1998 quando esse scanner foi construído.

Cezanne • Linhas

O Cezanne chegou aqui em 2012. Desde o início já tinha percebido algumas linhas paralelas ao sensor quando escaneava em alta resolução. Fiquei desanimado no início do mês quando vi que a pasta com os testes para eliminar as linhas já tinha 21Gb. Eram muitos scans com variações disso ou daquilo. Mais graxa aqui, uma limpeza ali, nada resolvia as tais linhas. Escrevi para gente nos EUA e na Europa, ninguém conseguiu ajudar. No início de Julho comecei uma faxina aqui e pensei em reciclar o Cezanne já que mais e mais isso limitava o que eu podia fazer com ele. Conversei com o Claudio que me aconselhou a investigar o bloco da guia linear, contatei a THK e encontrei a peça ainda em estoque no Brasil, inimaginável.

cezannefull

Hoje tinha acordado decidido a desmontar o scanner e separar a mesa dele para acessar o bloco e confirmar que ele estava com problema. Comecei a abrir o scanner olhei a graxa seca no eixo da correia que mexe a mesa de escaneamento. O eixo não era de fácil acesso para a graxa, mas uma gota de óleo poderia escorrer até lá. Minutos depois eu tinha colocado óleo Singer nos dois eixos, no motor do scanner, no trilho da mesa, nos roletes onde ela se apoia e já nem lembro mais onde. Resolvi fazer mais um escaneamento e adicionar a pasta dos testes. As linhas sumiram.

cezanne

 

Cartaz Bolsa Zum de 2014 • Elaine Ramos

Recentemente o IMS publicou um histórico dos cartazes da Bolsa Zum. A Elaine conta a história do de 2014 quando ela veio aqui no estúdio usar o scanner tamanho A3:

“O cartaz da Bolsa de Fotografia de 2014 foi feito a partir do escaneamento de equipamentos fotográficos. Com a ajuda do fotógrafo Guilherme Maranhão eu dispus máquinas e lentes diretamente sobre o vidro do scanner, obtendo a silhueta deles em alto contraste. A composição final mantém a escala original dos objetos e faz um jogo de espelhamentos entre elementos geométricos circulares e retangulares e o desenho disforme das alças das máquinas.”

Screen shot 2016-06-09 at 1.22.40 PM

 

A Nikon 8008s e a 300mm já vendi. A objetiva SMC Takumar já vendi. A objetiva Canon 35mm EF já vendi. A Hasselblad é da Elaine. A Linhof Technika está a venda, rsrsrsrs. Como as coisas vem e vão…

Naquele dia usamos o PFU DL-2400p, foi necessário um softbox sobre o scanner para facilitar a geração das silhouetas. Protegemos o vidro do scanner com uma folha de poliéster.

Oficina de Construção de Câmera Digital Artesanal • Sesc Campinas

Foi ontem e rolaram fotos interessantes. O espaço oferecido pelo Sesc foi perfeito, um quiosque no meio do jardim, muita luz e contraste para poder escanear tranquilamente.

grupo

Desmontamos um scanner antigo com portas paralelas só para entender as peças e seu funcionamente, depois tentamos fazer a câmera com um HP 2400, por incrível que pareça deu certo. Eu usei um laptop do Sesc dessa vez, era um PC Dell, então foi um pouco diferente e esse scanner que não funciona em Macs, não deu problema com o PC. Usamos o Vuescan em modo trial, por isso os escritinhos sobre a foto.

A Ligia Minami me fez uma visita e mandou umas fotos lindas! Olha só:




Foi uma prova de conceito interessante, afinal a proposta é que qualquer um possa fazer isso em qualquer computador (ainda não encontrei uma solucão para o Linux que evite usar o driver SANE que não permite essa nossa brincadeira até onde eu sei).

foto01

Laborátorio de Bricolagem Fotográfica

Foram 8 encontros e muitas coisas foram construídas. Desde a câmera scanner do Ítalo que começou com uma Nikon 4004s que foi desmontada.

Depois ele desmontou um scanner e juntou tudo!

O André fez uma pinhole com uma caixa de apagador.

A Celina fez o Festa Light Pro, como no PDF que está disponível aqui em cima na página Guloseimas.

A Lorena fez uma câmera com 11 lentes e para isso ela fez um obturador de fenda na frente das objetivas.

A Fernanda fez uma câmera obscura para usar com o celular e esa curtindo as cores e as texturas das coisas desfocadas no papel vegetal.

Laboratório de Bricolagem Fotográfica • aula #1

Hoje foi o primeiro encontro desse Lab que vai rolar no Sesc Belenzinho. Cada participante deve desenvolver um projeto de objeto, ferramenta, traquitana fotográfica durantes os 8 encontros.

Para disparar idéias, criatividade e curiosidade, fiz uma demonstração de tricromia digital com um scanner antigo de 3 varreduras (R, G e B).

Aqui algumas imagens que o grupo criou:

Scan-160217-0003w Scan-160217-0004w Scan-160217-0005w Scan-160217-0006w