Oficina • Construção de Câmera Digital Artesanal em São Paulo

A primeira vez que ofereci essa oficina foi em 2006 no Sesc Pompéia, de lá para cá ela já foi para Curitiba, para o Rio, para Porto Alegre e agora ela primeira vez vou oferecer essa oficina aqui no meu ateliê em São Paulo.

A idéia é simples, vamos desmontar algumas sucatas de scanners de mesa e fazer uma câmera com eles para descobrir do que ela é capaz. Bora?

Mais informações e inscrição pelo site do Cinese.me

construção de câmera diigital artesanal com guilherme maranhão

Se você quiser ver imagens de algumas dessas outras vezes que ofereci essa oficina, dá uma olhada no meu blog.

Março e Abril de 2017

Desde o post sobre a Varex no dia 04/03 que foi uma correria sem fim aqui. A Varex está pronta, mas ainda não encontrei tempo para fazer um rolinho de filme com ela.
Na semana seguinte o Celso cedeu aos meus pedidos constantes e aceitou que eu começasse um plano de aprendizado bem suave por lá.

17310336_1562636617097548_4219038342083804706_o

Isso começou no dia 13/03, apenas dois dias por semana, resgatando caixas de coisas abandonadas por até 20 anos e colocando a venda essas câmeras e lentes que estavam em meio as sucatas usadas na oficina para suprir a necessidade de peças.

E se você quiser saber, as câmeras, lentes e outros itens que estão à venda ficam nesse álbum de Facebook aqui.

Já aprendi muito (que na verdade é pouco ainda), desvendando modelos que eu nunca tinha desmontado e consertado antes. Como diriam os gaúchos, faceiro como um pinto no lixo. Bem faceiro.

Essas primeiras semanas no Celso coincidiram com as últimas semanas de produção da segunda exposição do Foco Crítico: Raros, Vintages e Inéditos 2. De providenciar informações e conteúdo para evento no Facebook a ajudar na finalização do catálogo com arquivos de última hora e problemas correlatos, fizemos de tudo um pouco, mas a abertura no dia 01/04 foi bem bacana, tivemos um público grande para uma manhã de sábado e eu fiquei muito feliz com a montagem e com o conjunto das obras da sala que eu curei.

17807238_1344282078951715_4979831460621894142_o

O fato é que esse lance de curador foi divertido, mas me tirou totalmente da zona de conforto, me fez ter de explicar coisas que eu jamais precisaria explixar, me botou numa sinuca de bico com alguns amigos, enfim, cheguei a falar em primeira e última vez com medo de que toda essa parte chata se repetisse um dia. No entanto, depois de algunas agradecimentos, elogios e uns dias depois ser surpreendido com o texto do Marcelo Coelho (acima), como não ficar feliz?

Abril ainda não acabou, a primeira turma do Dominando Seu Scanner lotou e a segunda está marcada para dia 02/05, fui a POA e voltei, a bola está rolando.

Oficina • Porto Alegre • Olha como foi!

A oficina aconteceu no Planta Baja que é o espaço do Fernando Schmidt, do Leo Caobelli e do Cristiano Sant’Anna. Foi no estúdio e isso foi bem bacana, tivemos espaço para as fotos e alguns equipamentos extras para brincar.

Aqui tem um álbum da página do Planta Baja.

Oficina • Construção de Câmera Digital Artesanal em Porto Alegre

E tem em POA também, segue aqui o link do evento: https://www.facebook.com/events/1251748184862806/

Vai ser na segunda-feira, dia 17 de abril, às 18h no  Planta Baja/Barraco Cultural – Rua Laurindo 332 e o preço é R$ 150,00.

grafatorio londrina refotografia guilherme maranhao

 

Oficina • Construção de Câmera Digital Artesanal no Rio de Janeiro

Agora é a vez do Rio de Janeiro, estarei lá sábado que vem, dia 08/04/17 para oferecer essa oficina ali na Fábrica da Behring para quem quiser transformar um singelo scanner de mesa numa câmera digital artesanal.

Tem mais informações nesse evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/390521441305807/

Aguardando projetos 

Tem dias que o trabalho na verdade é organizar as ideias e as coisas que aguardam ideias. 


Esse De Vere 504 veio em pedaços, eram três e eu já contei essa história aqui. Um virou um novo ampliador 5×7″, um é apenas uma coluna guardada e esse é o que foi montado com as melhores peças dos três e está quase completo. Encostado aqui ele aguarda um projeto. 

Já os tripés de teodolitos estão perfeitos, limpos e lubrificados. Pretendo um dia adaptá-los para câmeras de grande formato. 

Oficina • Dominando seu Scanner

A fotografia analógica está tendo um renascimento, quem começou na era do digital está descobrindo o encanto de fotografar “às cegas” para saber o resultado depois e o charme de uma imagem feita em filme.
Mas como compartilhar isso com os amigos? Sim, é possível unir analógico e digital!

O que é essa oficina?

Para a fotografia analógica ser compartilhada no mundo digital ela precisa ser escaneada. Escaneamento é um processo delicado e quando o intuito é preservar as características que tornam a fotografia analógica tão linda, ele deve ser levado adiante com muito carinho e cuidado. Quero compartilhar com vocês algumas técnicas para obter bons arquivos digitais de suas imagens analógicas.dominando seu scanner guilherme maranhão

Aqui no ateliê vamos usar um scanner Epson V600 nas demonstrações, mas esses ensinamentos podem ser reproduzidos em outros aparelhos. Vamos escanear negativos e cópias também, dando ênfase na cor.

Para quem é essa oficina?

Para pessoas que já praticam a fotografia analógica e/ou que tem um acervo de imagens para ser digitalizado.

Mais infos pelo link:
http://www.cinese.me/encontros/dominando-seu-scanner-com-guilherme-maranhao
Ou me manda um e-mail se tiver uma dúvida.